Introdução para entender melhor o significado da mensagem para as "virgens discretas" prometidas a Cristo
(Mateus 25: 1-11)

A Arca do Pacto

A grande tribulação será a realização mundial do Dia das Expiações (Yom Kippur (Dia = Yom ; Kippur = Expiação), realizada el 10 de Tisri, segundo Apocalipse 11: 19: "Então o santuário do templo de Deus no céu foi aberto, e viu-se a Arca do seu pacto no santuário do seu templo. E houve relâmpagos, vozes, trovões, um terremoto e forte granizo" (Veja Hebreus 10: 1 "Pois, visto que a Lei tem uma sombra das coisas boas que viriam, mas não a própria realidade").
A visão do pacto é uma indicação do 10 de Tisri porque era visível apenas neste dia (Levítico 16: 2). Esta celebração dramática começava com a queima de incenso no santuário do templo (Levítico 16: 12). E no livro de Apocalipse, a narrativa simbólica descreve uma expiação que começa na grande tribulação, e termina no final dos mil anos, começando com a queima de incenso (Apocalipse 8: 1-5). Somente os sacerdotes e o sumo sacerdote podiam queimar incenso (Números 16). O fato de que o sumo sacerdote entra no santíssimo do templo, indica que é uma classe de humanos que irá para o céu, que fará esta oração de meia hora:
"Temos essa esperança como âncora para a alma, tanto segura como firme, e ela entra até o interior, atrás da cortina" (Hebreus 6: 19).
O "atrás da cortina" representa o céu onde vive Deus. A Bíblia indica que apenas 144,000 humanos terão esse privilégio (Apocalipse 7: 1-8; 14: 1-5). Está escrito no livro de Apocalipse que haverá pouco antes da grande tribulação, um remanescente (dos 144,000) de 7,000 que "morrer" e ser instantaneamente ressuscitado no céu (Apocalipse 11: 13; 1 Tessalonicenses 4: 17).
Assim, a mensagem que segue é dirigida irmãos cristãos e as as irmãs cristãs que farão parte da classe da noiva de Cristo, a Nova Jerusalém, que é uma classe celestial sacerdotal:
"e fizeste deles um reino e sacerdotes para o nosso Deus, e hão de reinar sobre a terra" (Apocalipse 5: 10; 21: 1-5).

CARTA PARA AS CINCO VIRGENS DISCRETAS

 “Aqui está o noivo! Ide ao encontro dele”

(Mateus 25:6)

Prezados irmãos e irmãs em Cristo,

De acordo com Apocalipse 7:3, Jeová Deus não começará a Grande Tribulação, até que todos os 7000 ungidos para a vida celestial, estejam selados e completar o grupo dos 144,000 nos céus: “Não façam dano à terra, nem ao mar, nem às árvores, até termos selado na testa os escravos do nosso Deus.” (Apocalipse 7:3).

Da mesma forma que foi revelado que somente 144,000 iriam para os céus, no livro de Apocalipse, se revelou que apenas 7,000 servos de Deus seriam selados, pouco antes da Grande Tribulação, para completar o grupo celestial: "Naquela hora ocorreu um grande terremoto; caiu um décimo da cidade, 7.000 pessoas foram mortas pelo terremoto, e as demais ficaram com medo e deram glória ao Deus do céu" (Apocalipse 11:13).

No entanto, antes de serem arrebatados nos céus, Deus está esperando de vocês algo muito importante, que permitirá o início da Grande Tribulação, do cumprimento profético da celebração mundial do dia da expiação. De acordo com Apocalipse 8: 1-5, deve espiritualmente "queimar incenso" diante de Deus, por meia hora, ou seja, fazer uma oração a Jeová Deus, 7000 orações ao mesmo tempo, durante meia hora:

"Quando ele abriu o sétimo selo, houve um silêncio no céu por cerca de meia hora. 2 Vi então os sete anjos que estão em pé diante de Deus, e lhes foram dadas sete trombetas. 3 Chegou outro anjo, segurando um incensário de ouro, e ele parou junto ao altar. Foi-lhe dada uma grande quantidade de incenso para oferecer, junto com as orações de todos os santos, sobre o altar de ouro que estava diante do trono. 4 Da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do incenso, junto com as orações dos santos. 5 Mas o anjo pegou imediatamente o incensário, o encheu de fogo do altar e o lançou para a terra. Então houve trovões, vozes, relâmpagos e um terremoto." (Apocalipse 8:1-5).

10 de TISRI de 5779 (data Hebraica), 18/19 de setembro de 2018, Após o Pôr do Sol em Jerusalém, (Terça-Feira 6:40 p.m (18 h 40)). Neste momento preciso, vocês devem orar a Jeová Deus, fervorosamente por meia hora, antes do arrebatamento nos Céus (Tessalonicenses 4:17).

A ilustração das 10 virgens explica que às cinco virgens discretas, estavam prontas no momento da chegada do noivo, o Rei Jesus Cristo, o 10 de Tisri, após o pôr do sol: "Enquanto foram comprar o óleo, veio o noivo. As virgens que estavam prontas entraram com ele para a festa de casamento, e a porta foi fechada" (Mateus 25:10).

Às cinco virgens néscias, depois do grito que anunciava a chegada do noivo, estavam mais preocupadas sobre coisas não relacionadas com a situação muito importante, com um resultado dramático para elas: "Depois chegaram também as outras virgens, dizendo: ‘Senhor, senhor, abra para nós!’ 12 Ele disse em resposta: ‘Eu lhes digo a verdade: Não conheço vocês" (Mateus 25:11,12).

De acordo com Mateus 25:13, os discípulos, em 33 era comum, que faziam parte da classe das virgens, não conheciam o dia nem a hora da Grande Tribulação de Jerusalém em 70 (E.C). 

Admite-se facilmente que, atualmente, o Rei Jesus Cristo, sabe o “dia e a hora”. Isto mostra, que a situação iria a mudar. Atualmente, o Rei Jesus Cristo é o juiz e o chefe supremo dos exércitos celestiais, nomeados por Jeová Deus: “Quando o Filho do Homem vier na sua glória, e com ele todos os anjos, então se sentará no seu trono glorioso” (Mateus 25:31; 28:18 “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra”).

Outro texto mostra o que sabe Jesus Cristo, ele transmite a informação aos seus discípulos: “Vocês são meus amigos, se fizerem o que lhes mando. 15 Não os chamo mais de escravos, porque o escravo não sabe o que o seu senhor faz. Mas eu os chamo de amigos, porque lhes revelei tudo que ouvi do meu Pai” (João 15:14,15).

Sessenta e três anos mais tarde, no livro do Apocalipse (escrito em 96 era comum), o que Jesus Cristo disse á uma congregação, permite compreender que a "hora" seria revelada: “Portanto, continue a se lembrar do que recebeu e ouviu, prossiga guardando isso e arrependa-se. Certamente, a menos que desperte, virei como ladrão, e você de modo algum saberá a hora da minha vinda” (Apocalipse 3:3).

A expressão "você de modo algum saberá a hora da minha vinda", mostra claramente que Jesus Cristo informaria antecipadamente aos discípulos “acordados” ou “despertos”, o tempo da sua vinda para julgar as Nações, antes da grande tribulação, um 10 Tisri (Amós 3:7; Mateus 25: 31-46).

A informação dada para o 7,000, para às cinco virgens discretas, lhes permitirá preparar-se tendo em conta a oração de meia hora, antes dos seus arrebatamentos nos céus. Conhecer a data de 10 de Tisri 5779 constitui o grito da vinda do noivo: "Aqui está o noivo! Saiam ao encontro dele" (Mateus 25:6).

As informações contidas neste site é para você, particularmente na parte explicando as profecias de Daniel relacionada com o Rei Jesus Cristo, e com vocês, Os Santos. Se você quiser mais informações, não hesite em entrar em contato.

Que Deus vos abençoe da vida eterna nos céus ao lado de seu futuro esposo, o Rei Jesus Cristo. Amém. Abraço fraterno. Yomeliah (Gênesis 32:29).

MENU PRINCIPAL

CONTATO

TWITTER

As virgens que estavam prontas entraram com ele para a festa de casamento, e a porta foi fechada