Español                                   English                                   Français

 COMO CELEBRAR A COMEMORAÇÃO DA MORTE DE JESUS CRISTO (PRESENTAÇÃO COM FOTOS)

AS DOUTRINAS BÁSICAS DA BÍBLIA

  • Deus tem um nome: JEOVÁ (YHWH), Só Deus pode ser adorado (Isaías 42:8). Temos de amá-lo com toda a nossa força vital (Apocalipse (revelação) 4:11; Mateus 22:37). Deus não é uma Trindade.
  • Jesus Cristo é o filho de Deus no sentido de que é o único quem foi criado diretamente por Deus (Mateus 16: 13-17; John 1: 1-3). Jesus Cristo não é Deus Todo-poderoso e não é parte de uma Trindade.
  • O Espírito Santo é a força ativa de Deus. Não é uma pessoa, mas uma força impessoal (Atos 2:3). O Espírito Santo não é parte de uma Trindade.
  • A Bíblia é a palavra de Deus (2 Timóteo 3: 16,17). É importante lê-la todos os dias, medita-la e aplicá-la em nossas vidas (Salmo 1: 1-3). Somente a fé no valor expiatório do sangue de Cristo permite o perdão de Deus dos nossos pecados e o resgate do sacrifício de Cristo permitirá a cura das Nações e a ressurreição dos mortos (John 3:16; Mateus 20:28).
  • O Reino de Deus é um governo celestial estabelecido no céu em 1914. O Rei entronizado é Jesus Cristo, junto com 144000 reis e sacerdotes, que representam a "Nova Jerusalém", a noiva de Cristo. O Governo Celeste de Deus destruirá a dominação humana atual durante a grande tribulação. Estabelecerá a soberania de Deus na terra (Apocalipse 12: 7-12; 21: 1-4; Mateus 6:9, 10; Daniel 2:44).
  • A morte é o oposto da vida. A alma morre e o espírito (a força vital) desaparece (Salmo 146:3, 4; Eclesiastes 3: 19,20; 9: 5, 10).
  • Haverá uma ressurreição dos justos e dos injustos (John 5: 28,29; Atos 24:15). Os ressuscitados injustos serão julgados com base dos seus comportamentos durante o reinado de 1000 anos (e não sobre a sua vida passada (antes de morrer)) (Apocalipse 20: 11-13). Só 144000 pessoas viverão nos céus com Jesus Cristo (Apocalipse 7: 3-8; 14: 1-5). A Grande Multidão que é mencionada em revelação 7: 9-17, são seres humanos que sobreviverão a grande tribulação e viverão para sempre no paraíso terrestre.
  • Atualmente, vivemos nos últimos dias deste sistema de coisas que acabarão na grande tribulação (Mateus 24.25; Marcos 13; Lucas 21; Apocalipse 19: 11-21). A presença de Cristo (parousia,  começou invisivelmente em 1914 e terminará no final dos mil anos (Mateus 24:3).
  • O paraíso será na terra (Isaías 11,35,65; Apocalipse 21: 1-5).
  • Deus permitiu a maldade para responder ao desafio de Satanás, o diabo sobre a legitimidade da soberania de Deus (Gênesis 3:1-6). Deus permitiu o sofrimento a fim de responder às acusações do diabo sobre a integridade dos seres humanos (Jó 1: 7-12; 2: 1-6). Não é Deus quem causa o sofrimento, apenas o permite (Tiago 1:13). O sofrimento é o resultado de quatro fatores principais: Satanás, o diabo pode ser o responsável (mas não sempre) (Jó 1: 7-12; 2: 1-6). O sofrimento é o resultado da nossa condição geral de pecador e descendente de Adão, resultando assim na velhice, as doenças e a morte (Romanos 6:23, 5:12). O sofrimento pode ser o resultado de más decisões humanas (da nossa parte ou (possivelmente) de outras pessoas). Devido à nossa pecaminosidade herdada de Adão não tomamos sempre boas decisões(Deuteronômio 32:5; Romanos 7:19). O sofrimento pode ser o resultado do ‘tempo e o imprevisto”, que faz com que a pessoa está no lugar errado no momento errado (Eclesiastes 9:11). O destino não é um ensino bíblico. Não estamos “destinados" para fazer o bem ou o mal. Temos o livre arbítrio dado por Deus, somos nós quem decidimos fazer o “bem" ou o "mal" (Deuteronômio 30:15).
  • Devemos tomar posição a favor de Jeová Deus, do Rei Jesus Cristo e do Reino de Deus, fazendo-nos batizar e agir em conformidade com o que está escrito na Bíblia (Mateus 28: 19,20). Esta posição firme a favor do Reino é mostrada publicamente, proclamando as Boas Novas e fazer novos discípulos (Mateus 24:14).

CARTA PARA AS CINCO VIRGENS DISCRETAS

PRÁTICAS CONDENADAS PELA BÍBLIA

MENU PRINCIPAL