Español                                   English                                   Français

 COMO CELEBRAR A COMEMORAÇÃO DA MORTE DE JESUS CRISTO (PRESENTAÇÃO COM FOTOS)

COMO PREPARAR-SE INDIVIDUALMENTE E EM FAMÍLIA ANTES DA GRANDE TRIBULAÇÃO?

A atitude e o comportamento exigidos por Jeová, antes e durante a grande tribulação

A grande tribulação será um grande dia: “‘Ai dos que almejam o dia de Jeová! Então, que significará para vós o dia de Jeová? Será escuridão, e não luz” (Amós 5:18).

O Rei Jesus Cristo é o "homem vestido de linho, com um tinteiro", que fará o julgamento resultando na sobrevivência ou a destruição dos seres humanos, o 10 de Tisri. Os seis homens representam os anjos “destruidores” (Ezequiel 9:1,2; 1 Coríntios 10:10; Hebreus 11:28 "destruidor"). eles ficam ao pé do altar de cobre, é a confirmação de que o julgamento e a destruição seletiva da grande tribulação, representa um sacrifício propiciatório de destruição e que começará pelo Templo-Santuario (a congregação cristã)  (ver também a profecia de Amos 9: 8-10).

Um momento de lamentação:

“E isso vos tem de servir de estatuto por tempo indefinido: No sétimo mês, no décimo [dia] do mês, deveis atribular as vossas almas, e não deveis fazer obra alguma, quer o natural quer o residente forasteiro que reside no vosso meio. 30 Pois neste dia se fará expiação por vós, para declarar-vos limpos. Sereis limpos de todos os vossos pecados perante Jeová. 31 É um sábado de completo repouso para vós, e tendes de atribular as vossas almas. É um estatuto por tempo indefinido” (Levítico 16:29-31).

De acordo com a profecia de Zacarias, o 10 de Tisri terá de ser um dia de lamentação igual ao que Jeová requeria durante no início da celebração do Dia da Expiação, em Levítico 16: “E eu vou derramar sobre a casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém o espírito de favor e de rogos, e eles certamente olharão para Aquele a quem traspassaram e certamente O lamentarão como no lamento por um [filho] único; e haverá lamentação amarga por ele como quando há lamentação amarga por um [filho] primogênito. 11 Naquele dia será grande o lamento em Jerusalém, como o lamento de Hadadrimom no vale plano de Megido” (Zacharias 12:10,11).

Temos a mesma ideá de lamentação, no momento de 10 de Tisri, em Ezequiel 9:4:

“E Jeová prosseguiu, dizendo-lhe: “Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e tens de marcar com um sinal as testas dos homens que suspiram e gemem por causa de todas as coisas detestáveis que se fazem no meio dela” (Ezequiel 9:4).

Aqueles que têm a marca da sobrevivência serão aqueles que serão afligido por la morte do Cristo pela expiação dos nossos pecados, e se lamentarão por causa deste sistema de coisas malvado (“Estes são os que saem da grande tribulação, e lavaram as suas vestes compridas e as embranqueceram no sangue do Cordeiro” (Apocalipse 7:14); Antes da celebração do Dia da Expiação, os israelitas tinham que lavar "as suas capas" para "santificar-se" (Êxodo 19:10-14)).

A segunda referência à profecia de Zechariah 12: 10,11, confirma que haverá uma Assembleia Internacional "no vale plano de Megido", parece ser a mesma que a mencionada em revelação (Apocalipse) 16:16. Esta é uma situação de julgamento mundial que se realizará, no dia da aflição e pouco antes da grande tribulação: O 10 de Tisri. Este “vale plano de Megido” é o mesmo que a “baixada de Jeosafá” mencionada em Joel (3:2,3,9-12). E este dia de assembleia do 10 de Tisri, “no vale plano de Megido”, na “baixada de Jeosafá”, é o mesmo momento da vinda do Rei Jesus Cristo para julgar as nações, como  “o sinal do Filho do homem”:

“Imediatamente depois da tribulação daqueles dias, o sol ficará escurecido, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e os poderes dos céus serão abalados. 30 Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se baterão então em lamento, e verão o Filho do homem vir nas nuvens do céu, com poder e grande glória” (Mateus 24:29,30).

“Quando o Filho do homem chegar na sua glória, e com ele todos os anjos, então se assentará no seu trono glorioso. 32 E diante dele serão ajuntadas todas as nações, e ele separará uns dos outros assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos” (Mateus 25:31,32).

Este julgamento ocorrerá antes do entrar nos “quartos interiores”, mencionada em Isaías 26:20: “Dois homens estarão então no campo: um será levado junto e o outro será abandonado; 41 duas mulheres estarão moendo no moinho manual: uma será levada junto e a outra será abandonada. 42 Portanto, mantende-vos vigilantes, porque não sabeis em que dia virá o vosso Senhor” (Mateus 24:40,41).

Um tempo de jejum e de abstinência sexual

De acordo com a profecia bíblica, Jeová pediu o jejum acompanhado dum lamento sincero, junto com o requisito de abstinência sexual para os casais, no 10 de Tisri (talvez até a noite do 14 de Tisri (no fim da grande tribulação)):

“Tocai a buzina em Sião. Santificai um tempo de jejum. Convocai uma assembléia solene. 16 Ajuntai [o] povo. Santificai uma congregação. Reuni [os] homens idosos. Ajuntai as crianças e os que mamam aos peitos. Saia [o] noivo do seu quarto interior e [a] noiva da sua câmara nupcial” (Joel 1:14; 2:15,16; O requisito de Isaías 26:20, é semelhante. No momento da destruição da Grande Tribulação não será um tempo de sair fora).

CARTA PARA AS CINCO VIRGENS DISCRETAS

COMUNIDADES CRISTÃS

MENU PRINCIPAL